Frozen Smoothie Bowl

Já cá faltavam sugestões para começar bem o dia... por isso, aqui fica um Frozen Smoothie Bowl.
Abaixo a receita. Espero que gostem!

Receita

1 Banana às rodelas congelada
1 chávena de Frutos Vermelhos congelados
1 chávena de Leite de Coco (poderá ser necessário mais para se conseguir a consistência desejada)

Coloque tudo no liquidificador e misture até obter uma consistência cremosa.

Como topping poderá usar iogurte natural, granola, lascas de coco, sementes e mais alguns frutos vermelhos.

 

{It was missing some suggestions to start the day well... so here's a Frozen Smoothie Bowl.
Check the recipe below. I hope you like it!

Recipe

Frozen slices of 1 Banana
1 cup of frozen Red Fruits
1 cup of Coconut Milk (It may be necessary more to get the desired consistency)

Place all the ingredients in a blender and mix until you get a creamy texture.

You can finish your bowl with yogurt, granola, sliced coconut, seeds and more red fruits.}

 

 

Homemade Pasta

Hoje foi dia de massa fresca caseira...sem dúvida que há coisas simples que nos trazem tanta felicidade!

{Today was homemade pasta day...no doubt there are simple things that brings us a lot of happiness!}

Receita

1 Ovo M
100 gr de Farinha 65 sem fermento
(Farinha extra para polvilhar a bancada e a máquina)

Amasse a farinha com o ovo até formar uma bola. Embrulhe a bola em película aderente e deixe repousar no frigorífico. Estenda a massa, de preferência com a ajuda da máquina. Vá polvilhando com farinha. Quando a massa já estiver muito fina, corte em tagliatelle ou spaghetti. Coza em água e sal.

(Receita adaptada do Workshop Minutos com os Tachos)

 

{Recipe

1 Medium Egg
100g / 3.52oz of Bread Flour without yeast
(Extra flour to sprinkle the kitchen counter and the pasta maker machine)

Knead the flour with the egg until it forms a ball. Wrap the dough in film and let stand in the refrigerator. Extend the dough, preferably with the help of the pasta machine. Sprinkle with flour. When the dough is already very thin, cut into tagliatelle or spaghetti. Spoil in water with salt.}

 

Tarteletes de Chocolate

Com o dia dos namorados a chegar, aqui fica uma sugestão deliciosa e com ingredientes que surpreendem. O desafio era fazer um doce para degustar com a minha cara-metade, mas não queria algo óbvio. Inspirei-me no Compassionate Cuisine e saíram estas tarteletes inspiradoras...não levam farinha e o açúcar que adicionei foi apenas uma colher de Maple Syrup. Mas a doçura natural dos seus ingredientes, tornam-na uma sobremesa deliciosa...já estou a pensar na próxima fornada!

Que tal fazerem uma surpresa aí em casa?

{With the Valentine's day coming, here's a delicious suggestion using ingredients that surprise. The challenge was to make a sweet to taste with my better-half, but I did not want something obvious. I took inspiration from Compassionate Cuisine and I made these inspiring tartlets... They don't take flour and the only added sugar was a Maple Syrup spoon. The natural sweetness of its ingredients, make it a delicious dessert... I'm already thinking on the next batch!

What about making a surprise at home?}

 

Receita

Crosta de Aveia
140 gr de Tâmaras sem caroço
1 ¼ chávenas de Aveia em flocos
½ chávena Amêndoas
2 colheres de chá de Cacau em pó
3 colheres de sopa de Óleo de Coco
1 colher de sopa de Água
1 pitada de Sal

Recheio de Chocolate
150 gr de Chocolate 70% Cacau picado
165 ml de Leite de Coco
1 colher de sopa de Maple Syrup (ou Mel)
1 colher de café de Essência de Baunilha
1 colher de sopa de Óleo de Coco
Pistáchio e Lascas de Coco q.b. para decorar

 

Pré-aqueça o forno a 180˚C. Unte as formas de tarte com um pouco de óleo de coco. Rende cerca de 6 mini tartes. Se preferir, poderá usar uma tarteira de 20 centímetros.

Num processador de alimentos coloque a aveia, as amêndoas, o cacau em pó e o sal, e triture. Junte as tâmaras, cortadas em pedaços pequenos, a água e o óleo de coco. Continue a triturar até a massa ficar com uma consistência que dê para moldar. Se necessário, adicione mais uma colher de água. Coloque a massa preparada nas formas e pressione até que a massa fique consistente e espalhada uniformemente. Com a ajudar de um garfo, faça alguns furos na base da massa. Leve ao forno cerca de 10-12 minutos. Retire e deixe arrefecer completamente.

Entretanto, prepare o recheio. Num tacho, coloque o chocolate, o leite de coco, o maple syrup, a essência de baunilha e o óleo de coco. Deixe derreter, mexendo de vez em quando, até ficar cremoso. Verta o chocolate em cada tartelete e decore com pistáchio e lascas de coco. Leve ao frigorífico. 

 

 

Recipe

Oat crust
140g pitted dates
1 ¼ cup rolled oats
½ cup almonds
2 teaspoons cocoa powder
3 tablespoons coconut oil
1 tablespoon water

Filling:
150g dark chocolate chopped
165ml coconut milk
1 tablespoon maple syrup
1 tablespoon coconut oil
1 teaspoon vanilla extract
Pistachio and coconut flakes to decorate

Pre-heat the oven at 180˚C/356˚F. Grease the pie molds with coconut oil. This yields around 6 tartlets. If you prefer, you can use a bigger pie pan (20cm/8").

In a food processor place the oats, almonds, cocoa powder and salt, and blend. Add the dates, sliced in small chunks, water and coconut oil. Continue to blend until the mixture has a consistency that allow to mold. If necessary, add a spoon of water. Place the mix in the pie mold and press firmly until it becomes consistent and spread evenly. With the help of a fork, poke some holes in the crust. Bake for 10-12 minutes. Take it from the oven and allow it to cool completely.

In the meanwhile, prepare the filling. In a pan, add chocolate, coconut milk, maple syrup, vanilla extract and the coconut oil. Let it melt, mixing once and a while until it gets creamy. Pour the chocolate filling into each each tartlet crust and decorate with pistachio and coconut flakes. Take it to the fridge.}

 

 

 

 

 

Leite de Amêndoa Aromatizado

Dias frios pedem bebidas quentes...

Dias cinzentos pedem bebidas com um toque delicado de cor...

(O Chá de Botões de Rosa tem propriedades calmantes e digestivas.)

 

Receita: 6 botões de rosas desidratados para 1/2 litro de água. Ferva a água e adicione os botões. Deixe descansar por 2 horas. Adicione o leite de amêndoa morno a gosto.

 

{Cold days ask for hot drinks...

Gray days ask for drinks with a delicate color tone...

(The bud rose tea has soothing and digestive properties)

Recipe: 6 dried bud roses and 1/2 liter/17 oz of water. Boil the water and add the roses. Leave to rest for 2 hours. Add warm almond milk.} 

 

 

Enquadramentos...

Uma fotografia é um ponto de vista, é um enquadramento, é uma forma de ver. Mostramos aquilo que queremos mostrar, criamos um ambiente, criamos uma história e deixamos que o fora de campo seja imaginado por cada pessoa que vê a fotografia.

Quando estou a preparar uma fotografia, a composição e o enquadramento, é aquilo que mais gosto de criar. Pego muitas vezes no telemóvel e brinco com os enquadramentos, faço algumas experiências e só depois parto para a verdadeira fotografia...

{A photo is a point of view, it's a framing, it's a way of seeing. We show what we want to show, we create an environment, we create a story and we let what's out of the frame to be imagined by every person who sees the photo.

When I'm preparing a photo, the composition and the framing, is what I like most to create. I often pick up the phone and play with the frames, I make some experiments and then I go to the real picture...}

Cooking some memories...

Nesta altura, mais do que nunca, as saudades apertam...

...hoje precisava mesmo de sentir um bocadinho de ti...fui buscar as tuas receitas, as tuas anotações...e cozinhei algumas memórias. Obrigada pela inspiração.

{At this time, more than ever, I miss you ...

... today I really needed to feel a little bit of you ... I went to get your recipes, your notes ... and I cooked some memories. Thank you for your inspiration.}

Comfort Food


Assim que chega o tempo frio, sinto uma nostalgia que não sei explicar, sinto que sou transportada para as minhas memórias de criança. Talvez porque as estações frias sejam sinónimo de necessidade de maior conforto, de maior aconchego, de ficar em casa a ver a chuva a cair.
Recordo os banhos quentes ao final do dia, os pijamas quentinhos, o aroma doce dos biscoitos de canela que ficava a pairar no ar, as torradas que o meu avô fazia na lareira, as decorações de Natal…
Chega este tempo frio e só me apetece ficar em casa enrolada numa mantinha a ver as minhas séries preferidas, com o cheiro de bolo acabado de sair do forno e um chá de especiarias.

Hoje apetecia-me comfort food…e contra isso, nada podia fazer!

{As soon as the cold weather arrives, I feel a nostalgia that I cannot explain, I feel like being transported to my childhood memories. Perhaps because the cold seasons are synonymous with the need for greater comfort, more warmth, to stay at home watching the rain fall.
I remember the hot baths at the end of the day, warm pajamas, the sweet smell of cinnamon biscuits which stayed hovering in the air, the toasts that my grandfather used to do in the fireplace, the Christmas decorations...
When this cold weather arrives, I just feel like staying at home wrapped in a blanked, seeing my favorite TV Series, with the smell of a cake that just came of the oven and a spices tea.

Today I was craving for comfort food ... and against it, I could do nothing!}

É preciso alimentar a alma...

E para darmos as boas vindas a Outubro, convidei a minha irmã para uma pequena reflexão. 

"A alimentação é um bem essencial, que não se resume às refeições que fazemos ao longo do dia. Uma alimentação equilibrada deve incluir o aconchego da alma, que fará a diferença na harmonia do nosso quotidiano. Nos últimos tempos tenho vindo a descobrir o conforto de um banho relaxante, a magia de um pôr-do-sol, a riqueza de cinco minutos de meditação, a serenidade que um pauzinho de incenso pode trazer ao perfumar a casa,  uma boa conversa acompanhada por um chá, a grandeza de um abraço apertado, a ternura do olhar do meu filho e tantos outros pequenos detalhes que dão um brilho especial ao meu dia. Pode ser tão simples e fazer-nos tão bem. De pouco nos vale fazer uma alimentação saudável, se depois vivemos num ambiente de stress, frustração, apenas com obrigações e sem espaço para nós. Viver de forma saudável é sentir uma sintonia de bem-estar entre o nosso corpo e a nossa alma." Sónia Pedro

Hummus de Beterraba

Não sei se também vos acontece, mas muitas vezes faltam-me ideias de alternativas saudáveis e nutritivas para colocar no pão. Quando vi esta receita no Le Passe Vite, percebi logo que teria de experimentar. Fiz apenas algumas adaptações.


Receita Hummus de Beterraba
2 beterrabas médias
250 g de grão-de-bico cozido
1 colher de sopa de Tahine
Sumo de 1/2 limão
3 dentes de alho
1 colher de sopa de azeite
Tomilho
1 folha de louro
Sal grosso
Pimenta preta

Para servir
Azeite
Pistácios
Rebentos
Pimenta preta

 

  1. Pré-aqueça o forno a 180º
  2. Descasque as beterrabas e corte em  pedaços.
  3. Coloque os pedaços de beterraba no tabuleiro e regue com o azeite. Acrescente os alhos descascados e esmagados, o louro, tomilho, sal e pimenta preta.
  4. Tape o tabuleiro com papel metálico e leve ao forno entre 30 a 45 minutos.
  5. Retire do forno e deixe arrefecer um pouco antes de destapar.
  6. Retire a folha de louro e passe tudo para um processador de alimentos, aproveitando o molho do assado. Antes de triturar, acrescente o grão de bico, o tahine, o sumo de limão e um fio de azeite. Reduza a puré.
  7. Sirva num prato com um fio de azeite, pistácios picados, rebentos e pimenta preta.

{I don’t know if this also happens to you, but on many occasions I lack ideas for healthy and nutritious alternatives to spread on the bread. When I saw this recipe on the “Le Passe Vite”, I immediately understood that I had to try it out. I’ve only made a few changes.

Beet Hummus Recipe
2 medium Beets
250 g cooked Chickpeas
1 tbsp Tahine
Juice of 1/2 Lemon
3 Garlic Cloves
1 tbsp Olive Oil
Thyme
1 Bay leaf
Sea Salt
Black pepper

To serve
Olive Oil
Pistachios
Vegetable shoots
Black pepper

1. Preheat oven to 180ºC (356ºF)
2. Peel the beets and cut them into small pieces.
3. Put them in the tray and drizzle with olive oil. Add the peeled and lightly crushed garlic, bay leaf, thyme, a pinch of salt and black pepper.
4. Cover the tray with metallic paper and bake for 30 to 45 minutes.
5. Remove from the oven and allow to cool slightly before removing the metallic paper.
6. Remove the bay leaf and add everything to a food processor including the roasting juices. Before processing it, add chickpeas, tahine, lemon juice and a drizzle of olive oil and grind until a thick puree.
7. Serve on a plate with a drizzle of olive oil, a handful of coarsely chopped pistachios, vegetable shoots and ground black pepper.}

Carpaccio de Citrinos

A fruta é uma boa forma de colmatar o desejo de um doce a seguir à refeição. Se formos criativos na forma como a apresentamos, é ainda melhor a nossa sensação.

Como sugestão de sobremesa com fruta, hoje deixo-vos um carpaccio de citrinos.

É algo muito simples e rápido! Uma laranja e uma toranja cortadas às rodelas, salpicadas com iogurte, pistáchio e granola! Et voilá! 

 

{Fruit is a good way to overcome the desire for a sweet after the meal. If we are creative in how we present it, even better our sensation will be.

As a suggestion of a fruit dessert, today I present you a Citrus Carpaccio.

It's very easy and fast! An orange and a grapefruit sliced, sprinkled with yogurt, granola and pistachio! Et voila!}